Projeto Um Tom e um Acorde, em parceria com a CRB.

Crianças atendidas pelo Projeto Um Tom e um Acorde, em parceria com a CRB. Elas moram em torno do lixão de Campo Grande. É lindo ver como elas são gratas pela presença religiosa, amiga e incentivadora para que mudem seus destinos através da música, dança e partilha de vida.

Neste dia fizeram uma homenagem ao Dia do padre e pelo aniversário de Pe. Agenor CSSR, que acompanha o Projeto e dá as aulas de violão. Todo o trabalho é voluntário e já conta com várias parcerias até mesmo de outras igrejas.

O maior presente quem acaba ganhando é a CRB, em estar promovendo a vida onde ela está ameaçada.

Leia +++ »

Assembleia dos Religiosos da Diocese de Dourados

Nos dias 3 e 4 de junho em Dourados aconteceu a Assembleia dos Religiosos da Diocese. Foi um momento de muita riqueza na partilha dos trabalhos realizados pelas congregações. A Coordenação da Regional de Campo Grande estava presente e foi trabalhado as prioridades da CRB na perspectiva da Alegria do Evangelho. Foi muito marcante a presença das novas Comunidades de Vida e Aliança. Sinal profético dos tempos que exigem de nós uma tomada de consciência para as coisas novas que estão acontecendo e que não esperávamos. Os religiosos que participaram da Assembleia, como sempre, voltaram como os Discípulos de Emaús: com muita esperança na ressurreição de nosso ser profético e missionário, dentre os desafios da realidade atual da Diocese de Dourados.

Ir. Mafalda nasceu no dia 29 de janeiro de 1944, na Linha Mão Curta - Sananduva/RS. Filha de Henrique Bruzamarello e de Maria Tereza Zanella Bruzamarello, ocupou o 6º lugar dos 14 filhos. Dentre estes Pe. Frei Sebastião, Capuchinho.   Ingressou na Congregação das Irmãs Franciscanas de Nossa Senhora Aparecida no dia 24 de fevereiro de 1959, em Cotiporã/RS. Nos anos de 1960 a 1962 esteve em Soledade/RS onde iniciou os estudos secundários e os concluiu em Porto Alegre, no ano de 1963, na nossa Escola Rainha do Brasil, enquanto fazia a etapa formativa do postulantado.   Animada e convicta que o Senhor contava com a sua participação na construção do Reino, no dia 11 de fevereiro de 1964 iniciou a etapa do Noviciado, e, no dia 11 de fevereiro de 1966 fez sua Consagração Religiosa a serviço do Reino, assumindo o carisma da Congregação das Irmãs Franciscanas de Nossa Senhora Aparecida.   Ir. Mafalda cursou Magistério trabalhando por um tempo na educação. Fez Faculdade de Letras dedicando-se, após, ao ensino desta disciplina. A pedido da fundadora, dedicava tempo para ler e fazer eventuais correções da história da congregação escrita por Madre Clara.   Na Congregação trabalhou como Secretária e Conselheira Geral. Exerceu o ministério de Superiora Local em diversas fraternidades. Dedicou-se na organização da documentação da Congregação para o Arquivo Histórico, ao Serviço de Animação Vocacional e na Pastoral Paroquial.   Os últimos 23 anos serviu ao Reino no trabalho de Evangelização no Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, e integrando a equipe de coordenação do Regional Centro Oeste da Congregação. Retornou ao Sul devido a um AVC sofrido em Costa Rica/MS. Ficou aos cuidados das coirmãs na Betânia Sagrada Família, que com carinho e dedicação a trataram em seu período de enfermidade.  Em vida costumava dizer: “Onde tombar o soldado, ali deve ser sepultado”. No dia 10 de maio às 16:45 horas, na casa de saúde da Congregação em Bom Retiro do Sul, este soldado tombou, aos 70 anos de idade e 48 de Vida Religiosa Consagrada. A missa de ação de graças e entrega de nossa coirmã será no dia 11 de maio, às 14:30 horas, no cemitério da Santa Casa de Misericórdia e sepultamento às 16:00 horas no Jazigo da Congregação.   Somos gratas ao Senhor por nos ter concedido o privilégio de Ir. Mafalda ter sido nossa coirmã. Agradecemos seu testemunho de vida, de alegria, de delicadeza, de corresponsabilidade e, sobretudo, de oração e serviço às pessoas necessitadas. Que Deus a recompense pelo bem que realizou, especialmente em favor dos pobres. Como São Francisco podemos dizer: “Louvado sejas, meu Senhor, meu Senhor, pela irmã nossa, a morte corporal (...) bem aventurados os que ela encontrar na tua santíssima vontade.”(Cantico do Irmão Sol). Ir. Mafalda (CIFA)

Nota de falecimento!

Ir. Mafalda nasceu no dia 29 de janeiro de 1944, na Linha Mão Curta – Sananduva/RS. Filha de Henrique Bruzamarello e de Maria Tereza Zanella Bruzamarello, ocupou o 6º lugar dos 14 filhos. Dentre estes Pe. Frei Sebastião, Capuchinho.

Ingressou na Congregação das Irmãs Franciscanas de Nossa Senhora Aparecida no dia 24 de fevereiro de 1959, em Cotiporã/RS. Nos anos de 1960 a 1962 esteve em Soledade/RS onde iniciou os estudos secundários e os concluiu em Porto Alegre, no ano de 1963, na nossa Escola Rainha do Brasil, enquanto fazia a etapa formativa do postulantado.

Animada e convicta que o Senhor contava com a sua participação na construção do Reino, no dia 11 de fevereiro de 1964 iniciou a etapa do Noviciado, e, no dia 11 de fevereiro de 1966 fez sua Consagração Religiosa a serviço do Reino, assumindo o carisma da Congregação das Irmãs Franciscanas de Nossa Senhora Aparecida.

Ir. Mafalda cursou Magistério trabalhando por um tempo na educação. Fez Faculdade de Letras dedicando-se, após, ao ensino desta disciplina. A pedido da fundadora, dedicava tempo para ler e fazer eventuais correções da história da congregação escrita por Madre Clara.

Na Congregação trabalhou como Secretária e Conselheira Geral. Exerceu o ministério de Superiora Local em diversas fraternidades. Dedicou-se na organização da documentação da Congregação para o Arquivo Histórico, ao Serviço de Animação Vocacional e na Pastoral Paroquial.

Os últimos 23 anos serviu ao Reino no trabalho de Evangelização no Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, e integrando a equipe de coordenação do Regional Centro Oeste da Congregação. Retornou ao Sul devido a um AVC sofrido em Costa Rica/MS. Ficou aos cuidados das coirmãs na Betânia Sagrada Família, que com carinho e dedicação a trataram em seu período de enfermidade.

Em vida costumava dizer: “Onde tombar o soldado, ali deve ser sepultado”. No dia 10 de maio às 16:45 horas, na casa de saúde da Congregação em Bom Retiro do Sul, este soldado tombou, aos 70 anos de idade e 48 de Vida Religiosa Consagrada. A missa de ação de graças e entrega de nossa coirmã será no dia 11 de maio, às 14:30 horas, no cemitério da Santa Casa de Misericórdia e sepultamento às 16:00 horas no Jazigo da Congregação.

Somos gratas ao Senhor por nos ter concedido o privilégio de Ir. Mafalda ter sido nossa coirmã. Agradecemos seu testemunho de vida, de alegria, de delicadeza, de corresponsabilidade e, sobretudo, de oração e serviço às pessoas necessitadas. Que Deus a recompense pelo bem que realizou, especialmente em favor dos pobres. Como São Francisco podemos dizer: “Louvado sejas, meu Senhor, meu Senhor, pela irmã nossa, a morte corporal (…) bem aventurados os que ela encontrar na tua santíssima vontade.”(Cantico do Irmão Sol).

Irmãs Lauritas 100 anos em defesa da vida dos povos indígenas!

Celebrar 100 anos é motivo de muita festa, comemorar muitas realizações, mesmo com dores e lutas.
Neste dia 14 de maio as Irmãs Lauritas celebraram seus 100 anos de lutas ao lados dos povos indígenas. E a festa não podia ser diferente: foi como numa tenda, onde se reúne para tratar dos assuntos importantes para a caminhada. Foram 5 dias de partilha dos povos indígenas e das irmãs. Muitos religiosos se fizeram presentes. Parabéns para irmãs que fizeram uma festa de resgate dos valores culturais dos diversos povos indígenas presentes: Chile, Paraguai, Bolívia e Brasil.

Powered by WordPress | Designed by: video games | Thanks to Webdesign Agentur, SUV Reviews and Bed in a Bag